Views
2 months ago

edição de 11 de fevereiro de 2019

  • Text
  • Marcas
  • Marca
  • Ainda
  • Jornal
  • Fevereiro
  • Propmark
  • Interior
  • Anos
  • Clientes
  • Brasil

Paulo. “A gente quer

Paulo. “A gente quer mostrar para esses clientes que podemos atendê-los, embora estejamos em Campinas. Claro que o interior não é um mercado que está saturado, temos clientes muito interessantes. 80% da nossa receita vem dos clientes locais, a gente continua crescendo, buscando novos clientes na região, mas queremos outro perfil de clientes”. Ganhar prêmios também está no histórico das agências do interior paulista. A Audaz, por exemplo, conquistou em 2018 o Profissionais do Ano, da Rede Globo, Sudeste Interior, com a campanha Vamos Juntos Mudar, dos Supermercados Pague Menos. A Blues Idea, de Campinas, também levou o Profissionais do Ano, pela segunda vez consecutiva, para o cliente Elsys. “Para 2019, a expectativa será evidenciar cada vez mais o trabalho transformador que podemos fazer nas empresas da região, especialmente para as marcas com grande potencial, que estão ao nosso redor”, afirma Tiago Lago, sócio da Blues Idea, ao lado de Gustavo Melo. Uma das mais tradicionais agências de Campinas, a Portal atua há 45 anos na região. Foi fundada em 1973 por Guilherme Massaioli, que hoje também tem como sócios Cesar Massaioli, Juliana Sousa e Daniela Schincariol. Na visão da empresa, a ideia é oferecer tudo o que o cliente precisa e por isso montou um grupo de comunicação. “Temos a Portal, que cuida da comuniespecial interior sp Mercado regional mostra força e tem o desafio de atrair grandes marcas Em 2018, região recebeu mais de 4 milhões de inserções publicitárias nas praças monitoradas pelo Kantar Ibope Media; Campinas lidera as verbas KELLY DORES Depois da capital paulista, principal centro financeiro do Brasil, o interior de São Paulo concentra uma das regiões com maior investimento publicitário e ocupa a desejada segunda posição nacional em poder econômico. Em 2018, foram mais de quatro milhões de inserções publicitárias nas praças do estado monitoradas pelo Kantar Ibope Media. Campinas (terceiro município mais populoso, atrás da capital e Guarulhos, com 1,194 milhão de pessoas) lidera os investimentos e está à frente de metrópoles como Florianópolis e Vitória. “Campinas é um polo tecnológico e fabril muito forte”, destaca André Ursulino (ex-F.biz), que deixou a carreira como publicitário na capital para se tornar sócio da agência Criah, com sede em Campinas. O PROPMARK traz nesta edição o Especial Interior SP, com o raio X do mercado publicitário em cidades como Campinas, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Taubaté e municípios da Baixada Santista. Nas próximas páginas, o leitor encontrará depoimentos de executivos de agências, mídias e veículos, que contam os obstáculos constantes de um centro econômico pujante que ainda precisa provar seu valor em competências de comunicação para atrair os maiores anunciantes, brigando por parte das campanhas nacionais de grandes marcas. No caso das agências de publicidade, o principal desafio é desmistificar a ideia de que agências relevantes só podem ser desenvolvidas a partir dos grandes centros. “Temos um time multidisciplinar formado por 84 profissionais de altíssimo nível, o que comprova que, sim, é possível e necessário produzir em alto nível do interior para onde for preciso. Oferecemos aos nossos clientes criatividade, ideias transformadoras, qualidade de vida e de trabalho. Com a equipe e os assets que temos hoje, poderíamos estar em qualquer capital ou cidade do mundo”, ressalta Alexandre Bassora, fundador e diretor-geral de criação da Audaz, sediada em Americana. Bosch, Acuvue (Johnson & Johnson), CPFL Energia e Instituto CPFL são algumas das marcas de atuação nacional atendidas pela agência, que também mantém no portfólio empresas de atuação regional, como Tivoli Shopping e a rede de Supermercados Pague Menos. Ursulino afirma que, no geral, quando os anunciantes têm um volume mais alto de investimento buscam agências de São Tiago Lago, Renata Barcellos, diretora de negócios e estratégia, e Gustavo Melo, da Blues Idea “Para 2019, a exPectativa será evidenciar cada vez mais o trabalho transformador que Podemos fazer nas emPresas da região” Cesar Massaioli, da Portal: ideia é oferecer tudo ao cliente Fotos: Divulgação 44 11 de fevereiro de 2019 - jornal propmark

cação on e off; a Live, que é uma empresa responsável pela área de ativação, eventos, feiras e convenções; e a Like Apresentações Criativas, com foco em montagem de apresentações em power point e treinamento de apresentações”, conta Cesar Massaioli, presidente da agência, que atende clientes como 3M (há mais de 40 anos), Wet’n Wild, Cia. Athletica, Mmartan e Grupo Stefanini. Para o executivo, os desafios do interior são os mesmos que as grandes agências enfrentam. “Relevância dos serviços prestados, a mudança e uso das novas mídias, pessoas e treinamento da equipe, inovação e agilidade nos processos. Estes assuntos estão sempre na pauta de qualquer executivo de agência e aqui não é diferente. Temos trabalhado muito forte na área de planejamento e criação, que, na nossa visão, são as duas principais estruturas de sustentação do negócio”, revela Massaioli. Mercado aquecido As agências ouvidas pelo PROPMARK afirmam ter tido um bom desempenho financeiro em 2018 e esperam um ano promissor em 2019. A Criah, por exemplo, declara crescimento de 40% no ano passado. “A gente vem numa toada de crescimento de 60% em 2016, quase 70% em 2017 e 40% em 2018, muito acima da média do mercado. A tendência agora é diminuir esse ritmo, porque a gente começa a ficar numa posição que engessa um pouco, mas estamos projetando um ano muito bom”, diz Ursulino, que tem como sócio Sérgio Pellizer, fundador e CEO da Criah. Head de estratégias e negócios na agência, Ursulino conta que um dos objetivos este ano é buscar clientes com um perfil diferente. “A agência tem expertise forte em varejo automotivo, clientes da indústria e mercado imobiliário, consolidando uma posição forte como agência regional”. Segundo o executivo, a ideia foi buscar clientes que estão na região de Campinas, mas têm atuação nacional, ou clientes que estão em São Paulo e não são bem atendidos. “É um cliente que tem verba de R$ 10, R$ 15 milhões por ano. Todo mundo olha para essa verba, toda verba é verba, mas quando ele entra em grandes agências, ele passa a ser mal atendido”, pontua. Uma das conquistas recentes da Criah que se encaixa nesse perfil de cliente desejado é a Catho, conta que chegou à agência em agosto do ano passado. “A Catho é exatamente esse perfil de cliente, cuja conta já esteve na FCB, na F.biz, que ainda tem uma parte da conta, que é de B2B. O que a gente encontrou junto com a Catho foi uma modelagem comercial, que são contratos mais curtos, semestrais, em vez de bienais, que são mais usuais no mercado. Para a gente tem sido muito bom porque é uma forma de mostrar para o cliente que estamos comprometidos com resultado. O compromisso está atrelado à entrega da agência”, diz. A Portal reforça que o resultado do último mês de janeiro foi o melhor em dez anos. “Em 2018 tivemos um ano muito bom de retomada do crescimento. Crescemos dois dígitos. E este ano as expectativas são melhores e maiores. Passamos por uma restruturação no nosso modelo de trabalho e Sérgio Pellizer, Felipe Pinheiro, diretor de criação, e André Ursulino, da Criah, de Campinas “é Possível e necessário Produzir em alto nível do interior Para onde for Preciso” a ideia é ser ainda mais ágil e mais próximo do cliente. Ter uma metodologia de trabalho validada é fundamental para sabermos pra onde seguir. O mercado começou aquecido nesse início de ano, participamos de muitas concorrências e temos alguns projetos engatilhados. Nosso resultado em janeiro (o melhor dos últimos dez anos) mostra que esse é o caminho a seguir. Acreditamos que 2019 vai ser de muito trabalho e muito crescimento”, revela Cesar Massaioli. A agência destaca que a região de Campinas tem como característica a presença de muitas indústrias, o que fortaleceu muito o atendimento para o mercado B2B. Outra área de destaque é a de varejo e serviços. “Nos últimos anos tivemos conquistas significativas nessa área. Ganhamos a conta da Alexandre Bassora, da Audaz: fazer história com clientes Boehringer Ingelheim da Unidade Pets com destaque para as marcas Nexgard e Frontline e vencemos também uma concorrência para a conta da Unimed Campinas. Além disso, começamos a atender a Cassini, fabricante de biscoitos de polvilho”. A Audaz, por sua vez, comenta que tem todos os indicativos de que 2019 “será incrível” e observa que está reorganizando a área de performance, dando especial destaque para canal, conteúdo e tecnologia, com novas contratações. “Ampliamos o time para produzir podcasts e outras inovações a partir da comunicação por voz. Nosso volume de produção dedeos, quase 90% superior ao da maioria das agências, chamou a atenção do Facebook, que nos ofereceu treinamentos e novas ferramentas de automação”, destaca Alexandre Bassora. “Conquistamos agora nova conta do portfólio Johnson & Johnson e temos dois grandes prospects em desenvolvimento”. Já a Blues Idea ressalta que o objetivo é sempre crescer dentro dos clientes, visto que atuam nos pilares de branding, conteúdo, performance e assessoria de imprensa. O sócio Gustavo Melo lembra que, embora o momento econômico ainda seja desafiador, a agência fechou o ano com excelentes resultados. “Conquistamos uma conta no segmento de varejo de alimentos, cliente quem vem expandido sua rede de lojas próprias em todo Brasil e fatura mais de R$ 1 bilhão. Temos atuado fortemente na inserção de cliente atual em novo segmento de mercado”, afirma Melo. O executivo conta que vai investir mais ainda no time, “pois acreditamos que profissionais oxigenados trazem ainda mais resultados para o nosso negócio”. Segundo ele, também há perspectivas de conquista de clientes em segmentos novos dentro da agência, envolvendo tanto B2B como B2C, o que impactará na contratação de novos profissionais. “Além do que, enxergamos um ano muito estratégico para os nossos atuais clientes, que passam por momentos de revitalização de marca, novos negócios e lançamentos de categoria”, finaliza ele. jornal propmark - 11 de fevereiro de 2019 45

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.