Views
2 months ago

edição de 11 de março de 2019

  • Text
  • Marcas
  • Propmark
  • Brasil
  • Ainda
  • Jornal
  • Mercado
  • Anos
  • Digital
  • Marketing
  • Empresas

Consumo Dia do

Consumo Dia do Consumidor ganha confiança do público e se desenvolve no Brasil Celebrada em 11 de março, data já é conhecida por 1/3 da população; pesquisa do Google mostra tendência de compras em ambiente físico Danúbia Paraizo Nesta segunda-feira (11) é comemorado no Brasil o Dia do Consumidor, data que vem crescendo e ganhando a preferência da população para compras, sobretudo em lojas físicas. É o que revelou uma pesquisa do Google que analisou as buscas dos usuários na internet por promoções e o movimento das marcas em elaborar campanhas específicas para o período. Cerca de 35 milhões de pessoas já conhecem a data no país, mas a tendência é que esse número cresça exponencialmente em pouco tempo. Isso porque, nos últimos anos, as pesquisas pelo Dia do Consumidor aumentaram 92%. “A gente sente que nos dois últimos anos a data ganhou força maior. Tem um forte contexto da economia brasileira nesse cenário, e isso fez com que os varejistas buscassem novas alavancas de vendas. Mas o interesse pela data vem crescendo muito. E isso se deve ao fato de que no primeiro trimestre não temos uma data muito forte para o varejo. Há os saldões de resquícios de Natal, mas nada muito além disso”, ressalta José Melchert, head de vendas para Varejo do Google Brasil. Pegando carona em datas já consagradas, como a Black Friday, o Dia do Consumidor tem ganhado também a confiança da população. Mas, diferentemente das compras majoritariamente no digital, em novembro, durante a Black Friday, neste dia 11 de março as lojas físicas dominarão as compras. “As pessoas têm procurado mais promoções em itens de loja física do que no ecommece. Os supermercados adotaram muito a data. Criaram grandes promoções, então o consumidor fica mais empolgado. Daí o aumento nas buscas por alimentos e bebidas”, destaca Ra- Forte adesão dos supermercados ao Dia do Consumidor impulsionou busca por alimentos e bebidas no período fael Campion, líder de insights para Varejo do Google Brasil. Não à toa, em 2018, a categoria foi a que teve mais vendas, com 35,4%, impulsionando os mercados, como principais centros de compras em 2018, com 38%, seguidos por lojas de shopping (31%) e ecommerce (31%). prinCipais interesses Em 2019, a intenção de compra do brasileiro para os próximos seis meses indica interesse por roupas e calçados, mas equipamentos eletrônicos também figuram entre os itens de desejo. Desses, a categoria de computadores e videogames é a que as pessoas mais aguardam pelo Dia do Consumidor para adquirir os produtos, com 62% das intenções de compra. Outros segmentos também estarão aquecidos, a exemplo do que ocorreu em 2018. Além de alimentos e bebidas, o Google identificou aumento nas “nos dois últimos anos a data ganhou força maior. tem um forte contexto da economia brasileira nessa cenário, e isso fez com que os varejistas buscassem novas alavancas de vendas” PeopleImages/iStock buscas por brinquedos (20%) e TVs (20%). A proximidade com a Páscoa também abre oportunidades para novas categorias, como a de chocolates. Ou seja, a data pode abrigar todas as categorias desde que a comunicação seja assertiva. Quanto aos atributos que mais influenciam as compras, o fator preço continua liderando, com 46%, mas a confiança na loja (42%), custo do frete (29%) e o tempo da entrega (21%) também são relevantes para o público. “Com base na intenção do consumidor, seja nas buscas ou no tipo dedeos que assiste, a gente entende o que cada um está procurando em cada momento da vida. E organiza esses consumidores em tipos de audiência. Uma pessoa com filhos é de um jeito, assim como um casal sozinho tem outros objetivos. Nosso desafio é entregar a comunicação na hora certa”, finaliza Melchert. 18 11 de março de 2019 - jornal propmark

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.