Views
4 days ago

edição de 15 de outubro de 2018

  • Text
  • Outubro
  • Propmark
  • Paulo
  • Dados
  • Meio
  • Jornal
  • Anos
  • Mercado
  • Marca
  • Campanha

agênciaS VML/Y&R,

agênciaS VML/Y&R, Zombie e Satelite criam campanha para combater bullying Projeto da Unicef foi lançado na Comic-Con, de Nova York, com direito a concurso para desenvolver personagem para vencer o vilão The Silence Paulo Macedo bullying tem efeito sintomático na garotada em O idade escolar. E as sequelas psicológicas são contundentes. Porque não se trata de brincadeirinha. E, se for, é de mau gosto. São ataques a cor da pele, condição social, obesidade e superioridade hierárquica. Por esse motivo, a Unicef, fundo da ONU para ações relacionadas à infância, lançou na Comic-Con, no início de outubro, em Nova York, uma ação para identificar um herói para enfrentar o rei do bullying, The Silence, vilão responsável pelo aumento da violência nas escolas. Seu objetivo é calar crianças e adolescentes que são vítimas e testemunhas de perseguição, assédio e violência física. A intenção é convidar estudantes de todo o mundo para participar de um concurso global de super-heróis e saber que poderes são necessários para acabar com o Silence. O vencedor vai receber mentoria de um artista de quadrinhos profissional e terá uma história publicada e lançada mundialmente. As inscrições podem ser feitas por qualquer pessoa de até 25 anos pelo site. A criação é da VMLY&R NY, em parceria com as produtoras brasileiras Zombie Studio e Satélite Áudio. Assinam a peça pela agência os também brasileiros Gabriel Jardim, Guto Monteiro diretores de criação. Pelo Unicef, mais um brasileiro, Nelson Leoni, que liderou a iniciativa na sede da Unicef, nos EUA. “O processo de pesquisa para chegarmos no personagem foi desde referências clássicas de personagens em quadrinhos até assombrações típicas de filmes de terror japonês. Encontrar esse caminho foi o primeiro desafio nessa campanha. Foram várias linhas criadas, mas que caíram todas logo que 42 15 de outubro de 2018 - jornal propmark Trabalho executado pela produtora de animação Zombie, do brasileiro Paulo Garcia, para materializar a campanha da Unicef “O prOcessO de pesquisa para chegarmOs nO persOnagem fOi de referências clássicas em quadrinhOs” Fotos: Divulgação encontrados esse desenho macabro, porém sem ser grotesco, do Silence. O passo seguinte envolveu construir a narrativa que introduziria ele a nossa ausência e para isso construímos juntos (Zombie e agência) esse roteiro que evidência a violência, ao mesmo tempo em que mostra a aparição do nosso vilão, sempre que a oportunidade de falar ou relatar a violência sofrida ou presenciada aparece. Agora é esperar para que o grande herói se manifeste através da imaginação das crianças de todo o mundo, para pôr fim ao reinado de terror do “Silence”, explica Paulo Garcia, diretor da Zombie.

agênciaS Britânica Hedgehog desembarca no Brasil e se estabelece em SP Especializada em marketing digital, empresa se concentra em startups e e-commerces Claudia Penteado A agência britânica Hedgehog (www. hedgehogdigital.co.uk/br), especializada em marketing digital e Search Engine Optimization (SEO), anunciou oficialmente sua chegada ao Brasil semana passada, embora já estivesse operando desde o fim do ano passado, com foco em startups e PMEs. Sob a liderança do sócio Felipe Bazon, a agência, cujo nome significa porco-espinho, tem como slogan The attitude first agency (algo como uma “agência de atitude”), foi fundada em 2009 por Alan Spurgeon, e conta com endereços em Bedford e Cornwall (Cornualha), esta última localizada no sudoeste de uma península da Inglaterra, terra do escritor Prêmio Nobel de Literatura William Golding. Por aqui, já atende Organização Mundial de Boxe, Brinquedos Estrela e a marca de calçados infantis Pampili. Bazon conta que a Hedgehog o convidou a participar do evento E-commerce Experience, em 2017, onde ofereceu mentoria aos negócios selecionados. O foco está nas técnicas de content marketing e link building, auxiliando as empresas a conquistarem os melhores posicionamentos em buscas no Google, além de construir autoridade por meio de inserções espontâneas em diferentes mídias, através de conteúdos produzidos com base em dados e pesquisas de mercado. A ideia, segundo explica o executivo Felipe Bazon, é conquistar os usuários por meio de assuntos relevantes, inseridos no universo de cada cliente de acordo com suas especificidades. No Brasil, o público-alvo são startups e e-commerces. “Não basta produzir conteúdo com base em achismos. É preciso monitorar a concorrência e o mercado em que o cliente está inserido para traçar um planejamento estratégico certeiro e definir as metas”, afirma Bazon. O executivo, que soma quatro indicações e uma vitória no Prêmio Digitalks na categoria SEO, afirma que percebeu que havia espaço para o negócio junto ao mercado brasileiro. Como um porco-espinho ou ouriço, o executivo afirma que a agência se adapta às adversidades e se blinda contra os concorrentes para entregar satisfação e bons resultados aos clientes. “Não basta produzir coNteúdo com base em achismos. É preciso moNitorar a coNcorrêNcia e o mercado em que o clieNte está iNserido” Felipe Bazon: “Havia espaço para o negócio no Brasil” Divulgação Por que limitar-se ao tamanho da sua empresa se o sucesso é para todos que têm boas ideias? Amplie o reconhecimento, alcance e resultados de seu pequeno ou médio negócio com quem é especialista. A Madia Branding Agency, unidade do MadiaMundoMarketing voltada à pequenas e médias empresas, está pronta para repetir o sucesso - e os resultados - de grandes cases do marketing brasileiro, em negócios de menor porte. VAMOS CRIAR UMA MARCA FEITA PARA DURAR! Tel : (11) 3065-6466 www.madiamundomarketing.com.br jornal propmark - 15 de outubro de 2018 43

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.