Views
2 weeks ago

edição de 5 de novembro de 2018

  • Text
  • Brasil
  • Novembro
  • Paulo
  • Propmark
  • Diretor
  • Marketing
  • Jornal
  • Marcas
  • Campanha
  • Mercado

prêMios Festival of

prêMios Festival of Media Latam concede só uma prata e dois bronzes ao Brasil México dominou a premiação e conquistou o GP de Agência do Ano; apenas VML, J. Walter Thompson e mcgarrybowen foram premiadas KELLY DORES - DE MiaMi Conhecido pela potência criativa que representa mundialmente - este ano ficou em terceiro lugar como o país mais premiado no Cannes Lions e é sempre destaque nos festivais internacionais -, o Brasil conquistou apenas três prêmios no Festival of Media Latam (Fomla) 2018, realizado em Miami, na semana passada. A percepção é de que as agências brasileiras ainda não ‘descobriram’ o Fomla. “O Fomla é um evento curto e, apesar de o Brasil ser sempre uma referência em todos os cases e palestras, existe uma premiação, mas que ainda retém pouca participação das agências brasileiras”, disse Marco Muñoz, diretor de operações da Posterscope, que esteve em Miami. Com apenas três prêmios, o desempenho brasileiro foi inferior em relação ao ano passado, quando as agências receberam seis. Havia somente oito cases brasileiros no shortlist, sendo que dois concorriam em duas categorias. As peças premiadas foram: Look at them (#olhaelas), da VML para Intimus (marca da Kimberly-Clark), que ganhou prata na categoria Collaboration award; Ciranda 2017, da mcgarrybowen para Natura, premiada com bronze em Best integrated campaign; e Carnaval is better, da J. Walter Thompson para Amstel, que também ganhou bronze em The creative use of media. A Vix também tinha uma peça concorrendo para o projeto Petrobras de Carona com Elas. Apesar da baixa adesão das agências brasileiras na premiação, o festival comemorou o aumento no número de delegados do país. “A participação brasileira vem aumentando a cada ano. No ano passado, foram 89 brasileiros e este ano chegamos a 101. Isso é muito animador. Sabemos que o mercado local vive um momento difícil”, destacou Jeremy King, CEO do Fomla. O case #olhaelas, que ganhou prata, criado pela VML para a nova linha Intimus Sport, teve uma parceria inédita com o portal espnW. A iniciativa marcou a primeira transmissão ao vivo de um jogo de futebol feminino amador, pela fanpage Mundo ESPN no Facebook, e integrou a programação especial em homenagem ao Dia Internacional da Mulher. O país teve nove representantes no júri online e contou com Patricia Weiss, chairwoman da Branded Content Marketing Association, e Pedro Porto, diretor de brand strategy do Twitter para a América Latina, O CEO do Fomla, Jeremy King (à direita), com os representantes da MediaCom, do México, que ganhou todos os GPs Danielle Lee, do Spotify, falou sobre personalização Fotos: Divulgação “A pArticipAção brAsileirA vem AumentAndo A cAdA Ano. sAbemos que o mercAdo locAl vive um momento difícil” no júri presencial. O México dominou a premiação do Fomla 2018. A MediaCom foi eleita a Agência do Ano e também levou o Grand Prix de Campanha do Ano com Lo Chingon está aqui para a Cerveza Victoria, um movimento criado para celebrar a faceta multicultural do México e reduzir o preconceito. O case mostra que 80% dos mexicanos são morenos (103 milhões de pessoas), mas eles não são representados pela publicidade. O vídeo foi o mais compartilhado no país e as vendas da cerveja subiram 12%. A MediaCom recebeu ainda o GP de Rede do Ano. 50 5 de novembro de 2018 - jornal propmark

A campanha #olhaelas, da VML para Intimus, ganhou a única prata do Brasil No palco, as brasileiras Luciana Resende Lotze e Adriana Grineberg “criem históriAs emocionAis e diferentes pArA Atingir As pessoAs” Serviços personalizados na busca de soluções para as empresas em relação aos seus recursos humanos TRANSIÇÃO DE CARREIRA/ TRANSIÇÃO DE VIDA Assessoria para melhor definição e estruturação dos objetivos profissionais. A única consultoria que oferece os serviços de transição de vida; migrar de profissional para empresário (11) 3065-6463 rhmc@madiamundomarketing.com.br www.rhmc.com.br A rodada de conferências no Festival of Media Latam foi um capítulo à parte este ano. No primeiro dia, havia apenas mulheres no palco principal. “Parte dessa escolha foi proposital. Nos últimos cinco anos, o festival vem provocando o mercado em relação à inclusão. Eu adorei ter hoje no palco apenas mulheres”, explicou Jeremy King. A abertura foi feita por Leticia Gasca, co- -founder do Fuckup Nights, um movimento global a respeito do fracasso. A executiva falou sobre como o fracasso faz parte do mundo dos negócios e como se tem oportunidade de crescer dentro dele. O Fuckup Nights realiza eventos em várias partes do mundo para as pessoas compartilharem suas histórias de fracasso. Belen Urbaneja, Director Corporate Citizenship & Brand Management da Walt Disney, mostrou o que a Disney vem fazendo para trazer mais representatividade para suas produções. A executiva deu exemplos de como as produções do estúdio vêm trazendo, por exemplo, princesas diferentes do passado, mais valentes e corajosas, como Elsa, de Frozen, e Brave. “Nós realmente mudamos as princesas. As pessoas mudaram, o mundo mudou”. Ela falou também do filme Pantera Negra, “um exemplo de blockbuster que quebrou estereótipos com um casting formado por atores negros”. Já Danielle Lee, Global Head of Partner Solutions do Spotify, falou sobre a importância da personalização para os negócios. “Quanto mais personalização, mais engajamento dos consumidores”, falou ela. “No caso da música, conseguimos criar uma profunda conexão e experiência que a audiência nunca vai esquecer”, destacou. Por fim, as brasileiras Adriana Grineberg, Regional Director Facebook Latin America, e Luciana Resende Lotze, SVP Marketing Latin America and Caribbean de Visa, encerraram a manhã de palestras com o painel Humanising your brand: why brands need to embrace empathy. O segundo dia contou com a aplaudida apresentação de David Shing, Digital Prophet da Oath, que deixou claro que não importa a tecnologia usada, o que a propaganda precisa é contar histórias emocionais para continuar a ser relevante. “Criem histórias emocionais e diferentes para atingir as pessoas”, sentenciou ele, mostrando a simplicidade de uma das famosas campanhas de Natal da loja de departamentos John Lewis. Atuação exclusiva nas áreas de MARKETING, COMUNICAÇÃO E VENDAS SELEÇÃO DE EXECUTIVOS Projetos personalizados de Recrutamento e Seleção para captar os melhores executivos das áreas de Marketing, Comunicação e Vendas jornal propmark - 5 de novembro de 2018 51

edições anteriores

Receba nossa newsletter

CADASTRAR

© Copyright 2000-2017 propmark o jornal do mercado da comunicação. Todos os direitos reservados.